fbpx

GAMIFICAÇÃO X NEURODESIGN

Computadores e games de smartphones utilizam uma variedade de técnicas para atrair consumidores em tarefas que podem frequentemente ser encaradas com certa dificuldade. Costumamos jogar por nosso próprio prazer, mesmo não havendo potenciais recompensas em termos financeiros. Isso porque é divertido e nos dá um senso de realização. 

Gamificação é a prática de extrair elementos de jogos e introduzi-los em outras áreas, como nas finanças, na saúde, no bem-estar, na educação e no turismo. Na maior parte das vezes, com animações e efeitos sonoros, ou permitindo que os usuários disputem, coletando pontos ou recompensas. 

A gamificação pode ser útil se você precisa manter um dado comportamento no seu público por um longo período, o que pode ser utilizado para recompensar lealdade ou progresso em termos fitness, por exemplo. 

Sua interação com o neurodesign consiste em trazer um visual mais limpo e prático nos aplicativos para que a pessoa consiga, de fato, cumprir com todas as metas, num processo gradual. Quando falamos em neurodesign, o minimalismo predomina. No entanto, geralmente vem combinado com traços mais lúdicos, adequando-se às mais diversas idades. O background tende a surgir em tons pastéis, com personagens (alguns, em forma de chatbots) em cores vivas, tendo ali o princípio do deslocamento de pico e o estímulo supernormal, onde há o exagero de pelo menos um traço. Grandes sucessos em gamificação são os Apps Swift Playgrounds (Apple), Fortune City, CARROT Fit e SleepTown.

E aí: pronto para produzir o seu grande sucesso?

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *